Arquivo mensal: fevereiro 2011

Carnaval rolando e corte de 50bi sendo anunciado

Em primeiro lugar gostaria de pedir desculpas pela ausência desse espaço que o Corisco me concedeu para expor meus escalpos. Tenho andado muito atarefado, e nem sempre sobra um tempinho para escrever por aqui.

Muito bem meus amigos muita gente já não está nem aí para o que acontece no país e agora só quer saber de carnaval.

Pois bem, não bastasse os deputados terem aumentado seus próprios salários nababescamente e depois terem votado com ar responsável e grave, pelo bem do país, um salário mínimo miserável de R$ 545,00, parece que mais gente vai pagar essa conta indiretamente.

Hoje a bomba estourou no colo dos funcionários públicos. O ministro Guido Mantega anunciou o corte de 50 bilhões de reais no orçamento da União. Gosto de mostrar isso em algarismos para facilitar a visualização. Serão cortados R$ 50.000.000.000,00 do Orçamento da União.

Além de cortar investimentos no projeto Minha Casa Minha Vida 2, enquanto o Minha Casa Minha Vida 1 ainda não teve nem 40% entregue, outros setores sentirão na carne o corte do facão da Dilma.

A secretária do Orçamento Federal do Ministério do Planejamento, Célia Correa já deu o recado dizendo que “não vai ter concurso público nenhum este ano. Todos os concursos serão postergados”. Além disso, “Até mesmo aqueles que tinham sido realizados e não tiveram curso de formação concluído, também serão postergados”.

Espera que tem mais! Também não haverá reajuste nesse ano para os funcionários públicos federais. Nem para os do judiciário. Agora vem a cerejinha do bolo: Apenas os magistrados receberão o reajuste de 5,2% porque já estava formalizado.

Bom, antes das eleições, os funcionários públicos federais com quem conversei estavam assustados com a possibilidade de a Dilma não vencer o pleito. Unanimemente me diziam que votariam nela para que houvesse continuidade… Realmente, vai haver continuidade. O salário deles vai continuar igual….

Anúncios

Um dos melhores posts do @coroneldoblog

O Coturno Noturno é um dos meus blogs favoritos. O Coronel do Blog, como ele mesmo diz, não é o Reinaldo Azevedo, nem o Augusto Nunes, mas em rápidas coturnadas faz um estrago danado.

Veja o texto que ele postou hoje (vale a pena visitar o Blog do Coronel e participar):

O Estadão informa que a partir de terça-feira o governo promoverá uma campanha publicitária em homenagem às mulheres. Pouco depois da chegada da primeira mulher ao Palácio do Planalto, a mensagem destaca o poder feminino. “No Brasil de hoje, ela pode ser o que quiser”, diz o slogan da propaganda. “Quando as mulheres transformam sua história, o Brasil inteiro se transforma com elas”. A campanha será exibida em inserções de 30 segundos no rádio e na TV e também em jornais e revistas.
………………………………………………………………………
O comercial atinge, especialmente, um segmento muito sofrido do público feminino. O das presidiárias, das mulheres que pegaram em armas por qualquer motivo e que, mirando-se em Dilma, podem sonhar em sair da cadeia ambicionando uma justa reintegração na sociedade. É meio fantasioso, tendo em vista as precárias condições dos nossos presídios. Mesmo assim, se no Dia Internacional da Mulher o governo federal mandar esta mensagem para mais de 15.000 presidiárias, a campanha terá valido à pena, pois todos (no caso, todas) merecem ter uma segunda chance.

Dilma começa bolivarianismo no Brasil.

Foto: Roberto StuckertFilho/PR

Ao rasgar a Constituição e permitir que o salário mínimo seja reajustado por decreto os senhores Senadores e Deputados permitiram que o congresso nacional fosse reduzido a um chancelador do executivo.

Mais que isso, permitiram a Dilma governar por decreto neste ponto, abrindo um perigoso precedente para a implantação da ditadura bolivariana tupiniquim.

O destaque negativo é o Senador Aécio Neves, uma vergonha sua atuação como lider da oposição. Aécio Neves, o senhor é uma vergonha para o PSDB e para as pessoas que votaram em José Serra. O senhor deveria pedir para sair do PSDB, não ajuda e não faz nenhuma falta.

Brasileiros na Líbia estão fritos pela amizade de Lula com معمر القذافي‎ Muʿammar al-Qaḏḏāfī

Quando o pau comeu no Egito, os brasileiros tomaram consciência que o serviço diplomático brasileiro durante o governo do PT serve para tudo menos para ajudar os brasileiros.

Não poderia ser diferente agora na Líbia em que o cumpanheiro Gaddafi anda bombardeando manifestantes com caças da força aérea. Há muitos brasileiros lá e Dona Dilma I, a muda, ainda não se dignou a mandar um avião para buscar os brasileiros por lá.

Será que é por causa dos laços fraternais entre Dom Lulla I, o apedeuta, e Muammar Abu Minyar al-Gaddafi, vulgo معمر القذافي‎ Muʿammar al-Qaḏḏāfī?

Lula Lybia معمر القذافي‎ Muʿammar al-Qaḏḏāfī tendo seu saco puxado pelo apedeuta

Apagão, caos nos aeroportos, estradas e portos – Seus problemas terminaram

“Que sejam abreviados seus dias, venha outro e tome seu lugar” – Sl 109,8

O Governo Dilma não pode falar de herança maldita do governo Lula, porque o governo Dilma é o terceiro governo de Lula. No entanto a frase que li no twitter não poderia ser mais adequada: “FHC arrumou a casa, Lula deu a festa e Dilma vai lavar os pratos”

E não é apenas Dilma quem vai lavar os pratos, nós iremos pagar caro por estes 12 anos de irresponsabilidade (Salmo 109,8 neles!) e o mais caro que iremos pagar é em infraestrutura.

Cada chuva forte que há numa cidade, cai a luz e milhões de reais em produtividade vão pelo ralo. Tomar um avião virou pesadelo kafkaniano. Os portos da Costa do Marfim são de padrão europeu perto do que temos por aqui. As estradas, tirando as de São Paulo, são uma verdadeira roleta russa. Este é o legado de Dom Lulla I, o Apedeuta e será o legado de Dona Dilma I, a muda.

Portanto não se esqueça: toda a vez que sua luz piscar durante uma tempestade, toda fila que pegar no aeroporto, todo buraco que passar nas estradas, tenha sempre a mão o salmo 109

Defesa aérea do Brasil é frágil

Hoje o jornal Estado de São Paulo publica uma matéria de duas páginas sobre o estado em que se encontram as forças armadas brasileiras. O cenário não é nada bom, mesmo comparando com alguns vizinhos, em concreto Chile e Colômbia. A Venezuela tem alguns equipamentos bons, mas a qualidade de suas forças armadas é de lamentável para baixo.

Dentre os pontos mencionados penso que o mais grave é a defesa antiaérea brasileira. A defesa do espaço aéreo se dá de duas formas: interceptação e fogo antiaéreo.

A interceptação atualmente depende dos Mirage-2000C baseados em Anápolis e para aviões de pequeno porte dos A29, os Super Tucanos. O F-5EM pode também ser usado como interceptador.

No entanto, depender totalmente de interceptação, considerando que temos 12 Mirage-2000C e uns 60 F-5EM é algo bastante arriscado do ponto de vista de defesa.

O Exército, em concreto a arma de artilharia, é responsável pelo abate de agressores que invadam o espaço aéreo quando não há cobertura de caças em tempo razoável. Acontece que nossa artilharia tem equipamentos muito precários. Tão precários que ousaria dizer que a defesa antiaérea baseada em solo não existe no país.

O único míssil terra-ar em operação no Brasil é o Igla-1, de operação manual e com capacidade de atingir aeronaves até 10000 pés. Muito pouco, ridiculamente pouco para um país como o Brasil.

Apesar de não ser um item de primeira necessidade no momento atual, a falta de fogo terra-ar mostra o amadorismo e a incompetência do governo petralha na gestão de assuntos estratégicos do país.

Os comandantes das três forças armadas, General Enzo Perri, Almirante, Brigadeiro Juniti Saito e o Almirante Julio Soares precisam pressionar de maneira incisiva o ministro da Defesa e a presidente da república para que cumpram a Constituição e forneçam às forças armadas condições dignas de defender o território nacional.

Defesa Antiaérea do Brasil

G1 aderiu a causa gay e a lei da mordaça

Pela manhã escrevi sobre a ditadura gay promovida por alguns setores da sociedade e pela imprensa.

Parece que o portal G1 com uma matéria sobre uma passeata gay que infernizou o trânsito na Paulista e a batalha da Senatriz (ou será senadora) que quer aprovar o PLC 122 para meter a mordaça em todos que ousarem não aderir à adoração da causa gay, mostram o engajamento editorial em prol da causa.

A frase emblemática é de um dos “passeateiros”, Márcio Henrique, de 24 anos: “Diariamente as pessoas sofrem violência física e verbal. A piada mata tanto quanto a bala”

Ou seja, você pode contar piada de loira, de padre, de freira, de português, de gaúcho, mas nunca, never, jamais uma de gay.

Confesso que não gosto do estilo do Olavo de Carvalho, mas ele tem um texto genial sobre o assunto chamado: Prepotência Gay.

Sobre gays se beijando em cinemas

Gays se beijam no cinema e agente de segurança que os repreendeu perde o emprego.

Vejam a matéria do G1 abaixo, comento também abaixo.

Ditadura Gay

Matéria G1

Comento:

Já escrevi sobre o assunto aqui mais de uma vez. No entanto, sempre causa espanto ver o tamanho da dominação gay nas reportagens, atitudes e políticas públicas. Não vou descrever aqui, mas se um casal, normal digamos assim, estiver se agarrando no cinema, também será expulso. Além disso, o que os gays exigem não é apenas a compreensão com sua condição, mas sim a aceitação, admiração e até mesmo a emulação.

R$ 4,3 Bilhões desapareceram. Se alguém encontrar é do Banco Panamericano

Recebo de um leitor do blog o seguinte e-mail que reproduzo na íntegra:

Prezado Corisco,

Lendo hoje no G1 que o Banco Panamericano afirma que ainda não foi identificado o rombo de 4,3 Bilhões de reais da entidade financeira que foi vendida para o BTG por 450 milhões de reais, gostaria de fazer os seguintes comentários.

Em primeiro lugar R$ 4,3 bilhões de reais é uma quantidade absurda de dinheiro mesmo para um banco. Só para efeito de comparação, este é o valor do PIB do Suriname que possui meio milhão de habitantes.

Um desfalque desta proporção continuar desaparecido é um atestado de incompetência para: Caixa Econômica Federal que comprou participação no Banco, Banco Central que deveria fiscalizar, Deloitte que fez a auditoria no banco. Há outros, estes são os mais importantes.

Em qualquer país decente teria sido demitido o presidente da Caixa, o presidente do BC, todo o comando da Deloitte. Haveria já gente na cadeia e ninguém teria a cara de pau de dizer que não sabe onde foi parar o dinheiro.

No entanto isto, bem como o fato de que o rombo foi descoberto durante as eleições e o BC ficou calado, é passado. O que espanta agora é o BTG ter pago 450 milhões de reais num banco que ainda está procurando a módica soma de 4,3 bilhões de reais. Não consigo entender a mágica.

Talvez algum dos seus leitores mais versado em contabilidade possa nos ilustrar.

Um abraço,

Sérgio Cabral deve renunciar

Sim, é isto mesmo. A única atitude possível do governador Sérgio Cabral e do prefeito Eduardo Paes diante da situação de absoluta corrupção exposta na polícia do Rio de Janeiro é a renúncia imediata.

O leitor pode fazer duas perguntas: porque? e quem entraria no lugar dele?

Respondo à primeira: quando toda a cúpula da polícia civil de um estado, seus subordinados e seus antecessores, ou estão na cadeia ou cairam por ligação ou suspeita de ligação com o crime organizado a pergunta é porque estavam lá? Ignoraria o governador Sérgio Cabral as malfeitorias destes rapazes? Seria Sergio Cabral o marido traído que se recusa a admitir a presença do Ricardão no armário por berrantes que sejam as evidências?

Por ignorância ou por corrupção não podemos aceitar que Cabral continue como governador do Estado do Rio de Janeiro. Acabou! Cabral é um Mubarak tupiniquim e como tal deve ser tratado. Fora Cabral!

E com relação a questão de quem entraria no lugar de Cabral, considerando a podridão da corporação de segurança do Rio de Janeiro, é fundamental a realização de novas eleições e que o governador eleito tenha a seu dispor o apoio da Polícia Federal e das Forças armadas para exorcizar de vez a corrupção das forças de segurança do estado.

Fora Cabral! Dê o fora rápido!